Menu
Log in

PANAMERICAN TRAUMA SOCIETY

SOCIEDAD PANAMERICANA de TRAUMA

MENSAGEM DO PRESIDENTE

Viva Cartagena!

O congresso na Cidade do México foi excelente – o nosso agradecimento ao Dr. Magana e a muitos outros colegas. Agora é hora da Sociedade Panamericana de Trauma (SPT) olhar para o futuro e o congresso de Cartagena, onde esperamos que muitas mudanças que nossa Sociedade precisa se tornem realidade.

Depois de 30 anos – e aqui eu sugiro ler o manuscrito dos Dr. Ivatury e Aboutanos "The First 3 Decades of the SPT". Após 30 anos, a SPT está passando por um período de renovação e esperança de mudanças enormes. É um momento para crescer ou morrer.

As mudanças começaram oficialmente no planejamento estratégico feito no ano passado no Panamá. A direção escolhida pelo PTS é de independência financeira. Criar uma Sociedade plenamente capaz de se sustentar nos próprios pés. Uma Sociedade forte e capaz de gerar a renda necessária para sustentar todas as suas atividades. É um objetivo ambicioso, mas realizável.

É necessária uma estrutura auto-sustentável que permite a SPT agregar todos os profissionais do continente americano comprometidos com o atendimento do paciente traumatizado ou com emergência cirúrgica. Esta é a razão pela qual a Sociedade existe. Os membros com suas qualidades e desejo de beneficiar os pacientes, são as coisas mais importantes que a SPT tem. Somos uma Sociedade criada para reunir todos esses colegas, de todos os gêneros, culturas, de todas as nações do continente, de todas as sociedades locais que compartilham os mesmos princípios que a SPT.

E como planejamos que a SPT gere uma estrutura auto-suficiente que vai permitir que colegas e sociedades de todas as nações americanas trabalhem juntos? Para começar, mudando nosso congresso anual. O congresso de Cartagena, em agosto de 2018, será uma parte importante dessa grande mudança de reestruturação. Está sendo planejado e conduzido pela SPT com o apoio de membros locais e da Associação Colombiana de Cirurgia, que tem sido muito solidária. De agora em diante, a SPT planeja e conduz o congresso e conseqüentemente assume os riscos e também os possíveis ganhos.

Para ser bem sucedido (e o congresso de Cartagena precisa ser bem sucedido), o congresso terá um novo formato para o programa científico, que melhorará ainda mais seu conteúdo de alto nível (seu valor científico e clínico). Em vez de muitas palestras, o programa terá apenas algumas  chamadas de "magistrais". O programa terá várias “discussões de casos” que prometem ser envolventes e estimularão energicamente a discussão e apresentação de diferentes pontos de vista. Os participantes do congresso assim como os apresentadores convidados, terão a oportunidade de contribuir com a discussão. Em vez das apresentações de casos direcionados a um tópico, que serão de manhã, o programa da tarde terá diferentes sessões onde convidados e o público podem debater "evidências" e "experiências" na tentativa de criar diretrizes compatíveis com a realidade das nações do continente americano. Um objetivo para essas sessões é transformar algumas das discussões em diretrizes que serão publicadas no Jornal Panamericano de Trauma, e usados para melhorar o atendimento clínico. Também teremos uma cerimônia onde a SPT reconhecerá publicamente as principais associações nacionais de trauma de todo o continente americano.

Uma vez que a reunião será na bela cidade de Cartagena, o comitê de planejamento também está estimulando os participantes a trazerem suas famílias. O programa científico terminará cedo (por volta das 15 horas), para que as famílias possam desfrutar da praia, da cozinha e de tudo o que Cartagena tem para oferecer. O congresso em Cartagena tem o potencial de ser uma marca na história do SPT. Espero que você, sua sociedade nacional e seu país venham e façam parte deste congresso histórico.

A SPT tem muito mais a oferecer aos seus membros. A SPT quer aumentar a participação de todas as instituições comprometidas com o paciente traumatizado e cirurgia de emergência de todas as nações americanas. A SPT está empenhado em aumentar a representação de mulheres e profissionais não-cirurgiões (incluindo enfermeiros, paramédicos e estudantes de medicina) no congresso anual, na governança da Sociedade e em todas as nossas atividades. A SPT tem sido um fórum aberto para igualdade e representação de diferentes países e culturas, e deseja aumentar a participação de todos os sexos e abrir mais e mais espaço para os interesses das nações e culturas do continente. A SPT ofereceu (e continua a fazê-lo) grandes oportunidades para líderes jovens e emergentes e abraçaremos qualquer colega que realmente deseja oferecer suas habilidades para o avanço da nossa Sociedade e os cuidados dos paciente. A Sociedade, sua liderança e atividades representa todos nós.

Além das grandes mudanças no congresso anual e na valorização dos nossos membros, há muito mais por vir. A SPT tem sido um centro para cursos de educação continuada e oferece os melhores cursos em cirurgia de traumas e cirurgia de emergência. Muitos dos cursos oferecidos pela SPT estão sendo renovados, enquanto outros estão sendo adicionados. O Panamerican Journal of Trauma, Critical Care and Emergency Surgery está perto da aceitação no Medline e na indexação no PubMed. O conteúdo do Journal, graças à dedicação e competência do Dr. Ivatury, tornou-se cientificamente sólido com resultados constantes. A oportunidade de ter nosso próprio Journal indexado tem um valor agregado aos nossos membros.

Graças ao trabalho e dedicação de muitos colegas, o registro de traumas da SPT e o suporte sem custo oferecido a todas as instituições interessadas em criar seus próprios registros de trauma local/nacional; programa de intercâmbio com oportunidades de treinar no exterior; apoio que a SPT oferece aos membros para escrever manuscritos científicos; oportunidade de colaboração transcontinental em pesquisa; o livro de trauma da SPT que será disponibilizado em papel e online; teleconferências clínicas semanais e discussão de casos; número crescente de atividades para cirurgiões, enfermeiros, paramédicos, estudantes de medicina e outros profissionais de saúde; números crescentes de ligas de trauma e de estudante de medicina; apoio a projetos de melhoria da qualidade; uma verdadeira revolução em curso liderada pelo Dr. Scalea e pelo comitê executivo para melhorar a eficiência do Conselho e a governança/liderança da SPT; discussões iniciais sobre acreditação de centro de trauma para a América Latina, etc. – todos estes fatores mostram uma Sociedade de profissionais brilhantes que está experimentadon um saudável crescimento. Um grupo de membros que compartilham um objetivo comum, de prestar o melhor atendimento aos pacientes de trauma e cirurgia de emergência nas Américas.

O patrimônio mais importante da SPT são os seus membros, e neste sentido, nós somos muito afortunados. Neste momento crucial quando a Sociedade aspira ser auto-suficiente para poder continuar seu mandato de melhorar o atendimento aos pacientes, nós precisamos da dedicação, entusiasmo, habilidades e tempo de cada um de nossos membros. Precisamos desde os mais jovens estudantes de medicina da liga de trauma até os membros mais poderosos e influentes incluindo os que deixaram a sociedade. A SPT precisa de todos vocês. É hora de agregar, deixar pequenas diferenças de lado e trabalhar em conjunto. Nós alcançaremos estes objetivos, afinal de contas o que temos em abundância nas Américas são profissionais incríveis, qualificados e competentes que dedicam suas carreiras ao trauma e cirurgia de emergência.

Você pode começar a fazer sua parte vindo para Cartagena! Vejo você lá.

Sandro Rizoli, MD
Presidente PTS


Presidentes
Anteriores


Carlos A. Ordoñez, MD  
Michel Aboutanos, MD
  
Gustavo P. Fraga, MD  
Manuel Lorenzo, MD  
Anamaria Pacheco, MD  
Juan Carlos Puyana, MD  
Renato Poggetti, MD  
Raul Coimbra, MD  
David Ortega, MD  
Aurelio Rodriguez, MD  
Samir Rasslam, MD  
Andrew Peitzman, MD  
Jorge Neira, MD  
David Mulder, MD  
Carlos Morales, MD  
Ernest Moore, MD  
Kimball Maull, MD  
Charles Lucas, MD  
Juan Lombardi, MD  
Rao Ivatury, MD  
David Hoyt, MD  
Francisco Holguin, MD  
Gerado Gomez, MD  
Jose Eduardo Gracia, MD  
Ricardo Ferrada, MD  
David Feliciano, MD  
Susan Briggs, MD  
Dario Birolini, MD  
Armando Baqueiro, MD
 


Powered by Wild Apricot Membership Software